segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Viagens de Aprendizado pela Rota do Café

“O saber e a aprendizagem necessitam estar ancorados no vivido para terem sentido e haver compreensão(...)”
                                                Celestian Freinet, educador francês, autor do conceito aula-passeio.                        

Curiosidades - Conhecimento - Significados - Contato com a natureza -  Experimentar - Compartilhar...Estas são palavras de ordem para os grupos de alunos que visitam a Rota do Café!

Durante as visitas os alunos são movidos pela interação com os espaços e as pessoas, 
as aulas ganham mais vida!

São muitas as possibilidades para o aprendizado na Rota do Café, conteúdos teóricos podem ser vivenciados ao ar livre e nos lugares  que compõem o roteiro.
História - Geografia - Biologia - Botânica - Sustentabilidade - Empreendedorismo e muito mais!
"Os participantes do curso Empreendedor Rural, da região de Apucarana, visitaram um dos atrativos da Rota do Café: a fazenda Palmeira. A produtora e cafeicultora Cornélia Gamerschlag recebeu o grupo com um maravilhoso café da fazenda acompanhado das guloseimas a base de café. A aula prática em campo e o aprendizado sobre o café foram o ponto forte!
Nesta turma do SENAR, do curso Empreendedor Rural, uma boa parte de seus integrantes já está envolvida com o Turismo Rural na região de Apucarana. A visita técnica e a experiência passada por Cornélia ajudou o grupo a aumentar sua visão de conjunto, em como receber, saber aproveitar
oportunidades e acima de tudo vivenciar a experiência de seu negócio junto ao turista." 
                                                                                        Gisele Bianchini – Instrutora do SENAR/PR.

O segundo semestre de 2012 será repleto de viagens planejadas pelo SESC Londrina e Sistema Fecomércio. Os roteiros de turismo pedagógico na Rota do Café serão destinados aos alunos e professores do projeto Contraturno Escolar, que integra muitos colégios de Londrina.
"O objetivo é resgatar informações sobre Londrina, que já teve o título de capital mundial do café, e região acerca do café, sua história, gastronomia e também trabalhar a questão da sustentabilidade. Até a década de 70 o café gerou centenas de milhares de empregos, colocou alimento nas mesas de milhares de famílias e gerou muita riqueza, a ponto de ser o maior produtor nacional. Sem dúvida, o ciclo do café contribuiu de forma significativa e única para a formação deste Norte do Paraná forte, independente e diferente."
                                                  Liana Rocha Madureira - Técnica de Atividades do SESC Londrina.

1 comentários:

Leonardo Florêncio disse...

Espetacular! Simples assim. Poder participar de experiências únicas é sempre muito gratificante. É assim quando se visitam os locais que compõem a Rota do Café.
Fica aqui o convite para você que aprecia os sabores do café e para aqueles que gostariam de vivenciar momentos únicos.
Conheça a Rota do Café ao vivo e em cores.

Notícias

Vídeo

Seguidores