quarta-feira, 7 de março de 2012

Caminhos & Descobertas na Rota do Café

É certo que viagens são caminhos para descoberta de lugares, histórias, algo novo ou antigo, assim como são caminhos para dentro de si, do eu de cada um... o encontro consigo mesmo. Na Rota do Café é bem assim que acontece, são trechos permeados pela poesia e encantamento, pelo novo e o antigo, pelo urbano e pelo rural, caminhos em que arte feita pelo homem se funde e confunde com a arte feita pelas mãos de Deus!
O post de hoje é sobre uma viagem de experiência e estudo de campo realizada em 25 de fevereiro, com os alunos e professores da especialização em Patrimônio Cultural e Identidades da UNIFIL, haviam também outras pessoas como amigos e familiares de alguns alunos.
Fazenda Monte Bello - Ribeirão Claro
Catedral de Jacarezinho
Vinícola La Dorni - Bandeirantes

 "Nossa excursão para o mundo entre o ontem e o hoje começou logo cedo, às 7 da manhã. Nos encontramos no local combinado onde embarcamos no micro-ônibus.
Ainda sonolentos, começamos a viagem. Na televisão, um filme informava sobre o surgimento e expansão dos cafezais no Norte do Paraná. Pela janela a paisagem ia se modificando lentamente, de cidade a campo, de plantações a novas cidades. Enquanto isso o sol iluminava a paisagem ora com tons de laranja, ora com tons róseos, nos preparando para um dia de aventuras e descobertas.
De repente, a paisagem de plantação em pequenos sítios se modificou e entramos por um caminho onde uma alameda de árvores enormes separava a vida urbana da rural. Parecia que estávamos entrando no início da criação de Deus.
Neste paraíso, em Ribeirão Claro, tomamos um delicioso café da manhã para nos revigorar e nos preparar para penetrar no paraíso terrestre, onde os matizes de verde ainda protegem a nascente do rio. Ali, entre cipós, frutos e flores, encontramos uma figueira branca de 300 anos reinando entre todas as outras espécies.
Estávamos em uma fazenda de café, portanto, após presenciarmos a presença de Deus nos aromas e na tranqüilidade em meio às árvores, fomos conhecer o que a engenharia florestal criou em 1909, a “indústria” rural de produzir o café. Numa época em que não havia energia elétrica, é impressionante como o ser humano conseguiu organizar a vida e a produção apenas com o uso da gravidade. Ficamos impressionados com os canais artificiais e com o terreirão de secagem do café.
Prosseguindo a viagem, depois de passar por vários outros pontos, chegamos a Jacarezinho. Fomos recebidos pelo padre Nelson, que nos apresentou a magnífica catedral, em estilo românico, construída no inicio do século XX e iluminada por dois grandes artistas Sigaud e Blasco.
As esculturas são lindas. O Cristo e a Santa Terezinha são esculpidos em madeira. A placidez de suas faces nos faz pensar o motivo dessa loucura das cidades grandes, onde não temos tempo para refletir sobre as coisas que são realmente importantes na vida. Ver nos murais e nas esculturas o rosto de pessoas que, em 1950, estavam vivas nos instiga a pensar no tempo terreno e no tempo divino.
A viagem não acabou ali, prosseguimos até Bandeirantes para finalizar a rota do café. Encontramos um castelo construído por um artista plástico que escavou e cinzelou cada pedra que compõe a construção. Lá estão guardadas preciosidades, vinhos e vinhos sem álcool a qualidade é inigualável e, em um ambiente aconchegante, degustamos uma enorme variedade de vinhos acompanhado por um sommelier e um apaixonado por vinhos.
Bem, finalizamos este dia diferente, divertido e instrutivo em Londrina no cair da noite, após o sol se despedir com uma festa de cores refletidas no negro do asfalto."
Texto escrito por Lucinéia Chamorro e Silva. Nosso especial agradecimento pelas linhas escritas com tanto carinho e emoção!
Roteiro realizado pela Agência Receptiva credenciada à Rota do Café - Companhia de Viagens, Londrina/PR (43 3324 2200).

1 comentários:

Cornelia disse...

Ótima descrição da viagem. Sair de casa com os sentidos e a curiosidade aguçada nos leva a descobrir coisas novas. Cornelia (Fazenda Palmeira)

Notícias

Vídeo

Seguidores